Sábado, 21 de Maio de 2022
98984244732


Geral Pará

HRBA se consolida como referência em segurança do paciente e sustentabilidade, em 2021

Hospital Regional do Baixo Amazonas realizou 1,1 milhão de atendimentos no ano passado, entre internações, cirurgias, consultas, exames e urgência e emergência

20/01/2022 13h25
Por: R10 Maranhão Fonte: Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Ao enfrentar pelo segundo ano consecutivo uma das mais graves crises sanitárias dos últimos tempos, a Covid-19, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) demonstrou sua excelência em gestão ao se destacar com importantes conquistas em 2021.

Com atendimentos de média e alta complexidades em cerca de 40 especialidades, a unidade que é referência em Oncologia, Neurocirurgia, Ortopedia e Traumatologia e Terapia Renal Substitutiva, conquistou o 1º lugar no 4º Seminário Internacional de Segurança do Paciente e Acreditação em Saúde.

Pertencente ao Governo do Pará e gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde, o HRBA recebeu a premiação ao apresentar trabalho que demonstra que reduziu em mais de 50% a incidência de uma das principais infecções que acometem pacientes nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em todo o Brasil: a infecção de Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV). Este tipo de infecção pode surgir, por exemplo, em caso de intubação de pacientes atendidos na UTI.

A redução ocorreu mediante a adoção de boas práticas nos processos de prevenção do Protocolo de PAV, tais como: implantação de dispositivo no leito do paciente para manter a cabeceira elevada, o que evita a broncoaspiração, e a inclusão de atendimento odontológico ao paciente intubado.

"Há ainda a redução de sedação para avaliação da possibilidade de extubação, uma vez que, quanto menos tempo intubado, menores as chances de contrair uma infecção”, explica a gerente assistencial Sheila Oliveira.

 

Sustentabilidade

Por meio do projeto “Redução da Geração de Resíduos Quimioterápicos”, o HRBA foi a única unidade de saúde do Norte do Brasil a integrar a edição 2020 do Relatório “Hospitais que Curam o Planeta”, promovido pela organização não governamental internacional Salud Sin Daño (Saúde Sem Dano) e divulgado no início de 2021.

A publicação, que é feita anualmente, mostra os resultados de minimização dos impactos ambientais conquistados por membros da Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis da América Latina, da qual o HRBA faz parte.

A unidade reduziu em 20% a quantidade de resíduos gerados no setor de Farmácia da Quimioterapia, passando de 107 quilos em 2017, para 86 quilos em 2019.

No Brasil, apenas o Regional do Baixo Amazonas, no Pará, e a Santa Casa de Misericórdia da Bahia tiveram seus trabalhos destacados no relatório. Para acessar o resultado do relatório internacional na íntegra, basta acessar o endereço: https://www.hospitalesporlasaludambiental.net/hospitales-que-curan-el-planeta/

 

Atendimentos

Reconhecido como um dos dez melhores hospitais públicos do Brasil, o HRBA realizou 1,1 milhão de atendimentos em 2021, entre internações, cirurgias, consultas, exames e urgência e emergência. A unidade realizou ainda cinco transplantes de rins e três captações de múltiplos órgãos, evidenciando o importante papel da unidade para todo o Estado do Pará.

Em 2021, o Regional de Santarém também renovou a certificação ONA 3 Acreditado com Excelência, conquistada pela primeira vez há seis anos. Trata-se do mais alto nível de qualidade concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), uma das mais respeitadas do mercado de saúde no Brasil.

A qualidade no atendimento é corroborada pelos usuários, por meio da pesquisa de satisfação da unidade, que no ano passado, alcançou um índice geral de 98,8% de aprovação.

“O atendimento deste hospital é de excelência, desde que chegamos aqui somos muito bem tratados, os profissionais são capacitados e acreditamos que todos vão contribuir para a cura do meu filho”, afirma Gina dos Reis Couto, mãe do paciente Gustavo Couto, de 15 anos, que veio do município de Itaituba realizar tratamento para aplasia medular.

“Evoluímos muito na prestação de saúde à população, sobretudo, nos últimos dois anos, quando enfrentamos um inimigo desconhecido e obtivemos êxito, principalmente, no que se refere a cuidar e salvar a vida de pessoas. Seguimos avançando com foco na resolutividade dos casos e prestando assistência de qualidade e com segurança para todos”, destaca o diretor Hospitalar, Hebert Moreschi.

O HRBA presta serviço 100% referenciado, atendendo a demanda originária da Central de Regulação do Estado, sendo referência para uma população estimada em mais de 1,3 milhão de pessoas, residentes em 30 municípios do oeste do Pará, Baixo Amazonas e Xingu.

Texto:Anna Karla Lima/ Ascom HRBA

Por Luana Laboissiere (SECOM)
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias