Quinta, 20 de Janeiro de 2022
98984244732


Geral Pará

HGT adere ao janeiro roxo e alerta usuários e acompanhantes sobre prevenção à doença

A gestão do Hospital Geral de Tailândia (HGT) aderiu à campanha do “Janeiro Roxo” para alertar à população sobre a importância da adoção de medidas preventivas à hanseníase. No Pará, a mobilização de educação em saúde está sob a...

14/01/2022 17h15
Por: R10 Maranhão Fonte: Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

A gestão do Hospital Geral de Tailândia (HGT) aderiu à campanha do “Janeiro Roxo” para alertar à população sobre a importância da adoção de medidas preventivas à hanseníase. No Pará, a mobilização de educação em saúde está sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio do Programa Estadual de Controle da Hanseníase.

No HGT, a campanha está sendo realizada por meio de palestras realizadas nas áreas de atendimento aos usuários com informações para alertar a todos sobre os sinais e sintomas da doença, além de incentivar a busca ativa para diagnóstico precoce e prevenção de incapacidades físicas decorrentes da hanseníase. Essa ação está sendo coordenada pelo enfermeiro Ronaldo Bentes Batista.

De acordo com a Sespa, no Estado, a cada 100 mil habitantes, a taxa de detecção da hanseníase na população foi de 18,78 em 2020 e em 2021, segundo dados parciais, foi de 14,87. A Sespa informa, ainda, que o diagnóstico, tratamento e prevenção da doença são realizados na Atenção primária de saúde (UBS's e Estratégia da saúde da família). 

Segundo Ronaldo Bentes, a transmissão da doença se dá por meio de uma pessoa doente que apresenta a forma infectante da doença e que, estando sem tratamento, elimina o bacilo por meio das vias respiratórias (secreções nasais, tosses e espirros), infectando assim pessoas suscetíveis. “A doença pode ser prevenida com o  diagnóstico precoce, tratamento e educação sanitária com exame precoce dos contatos intradomiciliares e vacinação pela BCG.

Entre as pessoas na área de atendimento do HGT, estava usuária Maria de Jesus da Silva Lopes, 60, que parabenizou a iniciativa da unidade hospitalar pela ação preventiva de educação em saúde. “Eu achei muito interessante  as informações que foram repassadas. Isso faz com que as pessoas fiquem alertas para se cuidar.  Já conhecia a doença, porém, não sabia os sintomas”, disse a doméstica residente em Tailândia.

Sintomas- Durante as ações de educação em saúde, promovidas pelo HGT, o profissional de saúde destaca alguns sintomas da hanseníase, entre elas, manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo com perda ou alteração de sensibilidade; área de pele seca e com falta de suor; área de pele com queda de pelos, especialmente nas sobrancelhas; área da pele com perda ou ausência de sensibilidade; sensação de formigamento (parestesias) ou diminuição da sensibilidade ao calor, à dor e ao tato; diminuição da força dos músculos das mãos, pés e face devido à inflamação dos nervos, que nesses casos podem estar engrossados e doloridos; úlceras de pernas e pés; nódulo (caroços) no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos; mal-estar em geral, emagrecimento.

Neste ano, a campanha da Sespa será intensificada também por meio de capacitações regionalizadas, realizadas pela Sespa, e ações de educação em saúde realizadas em apoio aos municípios.

Estrutura- Com 51 leitos, o HGT dispõe de assistência de média complexidade garantida por uma equipe multidisciplinar que oferece as especialidades de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Pediatria, Ginecologia/Obstetrícia, Ortopedia/Traumatologia, Radiologia, Anestesiologia e Cardiologia.

Serviço: O HGT é um órgão do governo do estado, administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Secretaria de Estado de saúde Pública (Sespa). A unidade está localizada na Av. Florianópolis, s/n, Bairro Novo. Mais informações pelo fone (91) 3752-3121.

Por Vera Rojas (HEMOPA)
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias