Sábado, 27 de Novembro de 2021
98984244732


Senado Federal Senado Federal

CRE aprova 11 indicados para embaixadas e órgãos internacionais

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado aprovou, nesta quinta-feira (25), 11 indicados pelo presidente da República para missões brasilei...

25/11/2021 18h40
Por: R10 Maranhão Fonte: Agência Senado
Kátia Abreu e os diplomatas sabatinados na CRE. As indicações ainda precisam ser confirmadas em Plenário
Kátia Abreu e os diplomatas sabatinados na CRE. As indicações ainda precisam ser confirmadas em Plenário

A Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado aprovou, nesta quinta-feira (25), 11 indicados pelo presidente da República para missões brasileiras no exterior. Oito diplomatas foram aprovados por unanimidade. Para serem confirmadas, essas indicações ainda devem ser votadas pelo Plenário do Senado na semana que vem. Leia a cobertura completa das sabatinas. Foram oito horas ininterruptas de reunião, em que todos os indicados defenderam a melhoria das relações internacionais brasileiras. Eles apresentaram prioridades e metas para suas futuras gestões e responderam a perguntas de senadores.

A presidente da CRE, senadora Kátia Abreu (PP-TO), afirmou que a desigualdade social precisa ser prioridade na atuação de todos os sabatinados.

— Esse é um problema mundial, e nós não podemos imaginar um país civilizado com fome, um país civilizado sem saúde, um país civilizado sem emprego e sem dignidade. Este deve ser o nosso principal foco: comercializar. Comercializar para quê? Para acabar com a desigualdade. Exportar mais para gerar mais emprego e acabar com a desigualdade. Tudo tem que ser em função do combate a essa desigualdade desumana que nós vivemos ainda no Brasil e em grande parte do mundo — disse a senadora.

Aprovado para chefiar a embaixada em Pequim com 13 votos a favor e nenhum contrário, o diplomata Marcos Bezerra Abbott Galvão elogiou o empenho de Kátia Abreu em melhorar as relações Brasil-China e disse que a atividade diplomática é também política.

— Diplomata é político. A nossa atividade é uma atividade política; não é uma atividade técnica. Nós somos políticos não eleitos, legitimados pelo comando de pessoas que são eleitas para comandar. E é importante que os nossos interlocutores lá fora vejam que nós temos respaldo do capital, do setor privado, do governo, do Parlamento. É importante que nós tenhamos aqui respaldo, subsídios, e que, quando nós falarmos lá, as pessoas se deem conta de que essa pessoa fala realmente em nome de alguém daqui, e não é apenas um burocrata que está solto lá, cumprindo uma função burocrática — afirmou Abbott Galvão.

Cláudia Fonseca Buzzi Suíça 13 votos SIM MSG 53/2021
Maria Luisa Escorel de Moraes Suécia 12 votos SIM; 1 voto NÃO MSG 62/2021
Susan Kleebank Hungria 13 votos SIM MSG 60/2021
Vivian Loss Sanmartin Namíbia 13 votos SIM MSG 55/2021
Andréa Saldanha da Gama Watson Honduras 12 votos SIM; 1 voto NÃO MSG 67/2021
Raimundo Carreiro Silva Portugal 12 votos SIM; 1 voto NÃO MSG 68/2021
Marcos Bezerra Abbott Galvão China 13 votos SIM MSG 54/2021
Antonio José Ferreira Simões Mercosul e Aladi 13 votos SIM MSG 51/2021
Orlando Leite Ribeiro Espanha 13 votos SIM MSG 57/2021
Paulo Estivallet de Mesquita Colômbia 13 votos SIM MSG 58/2021
Pompeu Andreucci Neto Equador 13 votos SIM MSG 46/2021
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias