Domingo, 28 de Novembro de 2021
98984244732


Educação Maranhão

Funac realiza encerramento do II Seminário de Socioeducação nesta sexta-feira (22)

O seminário da Funac apresentou o tema “Realidade e perspectivas contemporâneas para o atendimento socioeducativo” nos dias 20, 21 e 22 de outubro, em plataformas digitais.

26/10/2021 17h40
Por: R10 Maranhão Fonte: Secom Maranhão
Foto: Reprodução/Secom Maranhão
Foto: Reprodução/Secom Maranhão

A Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), por meio da Escola de Socioeducação do Maranhão (ESMA), realizou nos dias 20, 21 e 22 de outubro, em plataformas digitais, o II Seminário de Socioeducação do Maranhão. Abordando o tema “Realidade e perspectivas contemporâneas para o atendimento socioeducativo”, a iniciativa aconteceu nos turnos da manhã, tarde e noite, com atividades que incluíram mesas-redondas, minicursos, oficinas, rodas de conversa, apresentações de trabalhos científicos, além de relatos de vivência.

O seminário foi direcionado aos profissionais do meio aberto, fechado, do sistema de justiça, professores e profissionais da saúde, pesquisadores e estudantes, e interessados na temática. O evento contou com 557 inscritos e 22 trabalhos aprovados, 7 minicursos e oficinas, 6 mesas redondas e uma média de 110 participantes por live.

Visando possibilitar a troca de experiências, além de compartilhar conhecimentos na área da socioeducação, bem como fortalecer a articulação do atendimento socioeducativo em meio aberto, fechado e instituições do Sistema de Garantia de Direitos, de modo especial, no estado do Maranhão, o evento representou o fortalecimento da prática institucional do sistema socioeducativo do Maranhão, além de uma grande oportunidade para fomentar a produção de conhecimento na área da socioeducação.

A presidente da Funac Sorimar Sabóia Amorim agradeceu a todos os participantes e comentou sobre a importância da iniciativa. “Estamos muito satisfeitos com a realização do nosso seminário. Foram três dias enriquecedores de muita troca de experiências, o compartilhamento de informações e vivências a respeito da prática socioeducativa. Todos os trabalhos apresentados, as oficinas, rodas de conversa, relatos de vivências representam a busca pela excelência na prestação de serviços públicos de qualidade aos nossos adolescentes, pois toda essa formação aconteceu por eles e para fomentar a importância de estudos e práticas socioeducativas mais inclusivas, humanas e verdadeiramente transformadoras”, afirmou.

Presente no encerramento, o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Francisco Gonçalves, falou sobre a relevância do Seminário. “Parabenizo toda a equipe da Funac, da Escola de Socioeducação, a contribuição da UFMA, aqui representada pela profa. Dr. Carla Serrão, e de outras universidades que colaboraram conosco neste seminário. Com a Escola e com o seminário, deixamos claro que estamos consolidando um programa permanente de formação dos profissionais que atuam no sistema socioeducativo de meio fechado. A iniciativa é importante não só pela atualização de informações, de boas práticas no Maranhão e em outros estados, mas também por contribuições da pesquisa acadêmica para nos ajudar a aprimorar o trabalho que fazemos e nos qualificar pessoalmente. Nós cada vez mais nos deparamos com situações novas que exigem respostas complexas, e assim quanto maior o nível de informação e formação dessas equipes, maior a capacidade de respostas a essas situações”, finalizou o gestor.

A diretora técnica da Funac, Lúcia Diniz, fez uma homenagem à diretora da ESMA, Priscilla Swaze, e agradeceu a todos os profissionais envolvidos na execução do Seminário. “É muito gratificante chegarmos hoje ao final desse evento de forma tão exitosa. Minha homenagem especial à diretora da ESMA, Priscilla Swaze, que foi incansável no propósito de fazer esse evento dar certo, o que realmente aconteceu por meio da articulação e parceria de um mutirão gigante, de operadores do meio fechado e aberto, do sistema de justiça e até de colegas do sistema socioeducativo de outros estados. Agradecer também a todas as equipes que participaram e se esforçaram para realizar o seminário. Foi realmente uma articulação gigante e quero deixar todo o meu carinho a todos que participaram e estiveram juntos conosco nesse momento”, afirmou.

Uma das palestrantes, a professora Dra. Carla Serrão, fez um balanço sobre os três dias de evento e destacou a importância das pautas discutidas durante o Seminário. “O seminário foi extremamente necessário e de uma riqueza gigantesca, uma oportunidade de discutir pautas relevantes para a socioeducação. Atualizar e capacitar os profissionais envolvidos no processo, assim como envolver também os adolescentes. O balanço é um saldo extremamente positivo, que deixa margem para a realizar de outras formações tão relevantes quanto essa”, afirmou.

O seminário transmitido por meio do canal da Funac, no Youtube e também por meio da Plataforma Google Meet, contou com a parceria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IEMA), Universidade de Brasília, Universidade Federal do Amazonas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Sedihpop, Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária (Setres), Creas/São Luís, Superintendente Regional do Trabalho/MA, Ministério Público do Trabalho (MPT/MA), Instituto Terre des Hommes Brasil (TDH), Núcleo de Práticas Restaurativas 2ª Vara da Infância e Juventude (Cijuv), Promotora titular da 39ª Promotoria de Justiça Especializada da Infância e da Juventude de São Luís, Defensoria Pública, Promotoria Infância e Juventude de São Luís, Secretaria Municipal da Criança e do Adolescente (Semcas) e Coletivo Nós.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias