Quarta, 27 de Outubro de 2021
98984244732


Geral Mato Grosso

Projeto de erradicação do analfabetismo é implementado em 11 unidades penais de Mato Grosso

A expectativa é de que na próxima etapa mais unidades penais possam aderir ao programa

24/09/2021 09h30
Por: R10 Maranhão Fonte: Secom Mato Grosso
- Foto por: Sistema Penitenciário
- Foto por: Sistema Penitenciário

Com objetivo de erradicar o analfabetismo, 11 unidades penais de Mato Grosso implantaram o programa “Mais MT Muxirum”, que busca zerar o índice de pessoas analfabetas em Mato Grosso. O programa é desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e operacionalizado pelo Sistema Penitenciário nas unidades, por meio de regime de colaboração entre Estado e Municípios. 

No Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, as aulas foram iniciadas nesta quarta-feira (22.09). Ao todo, são 16 recuperandos inscritos que serão divididos em duas turmas de oito alunos cada, com aulas três vezes por semana durante quatro horas diárias. 

Os próprios reeducandos da unidade podem ser monitores da turma, como é o caso de dois recuperandos, um que possui curso de mestrado e outro com ensino superior completo. Estes dois presos ficarão responsáveis cada um por uma turma. 

O reeducando alfabetizador recebe uma bolsa de incentivo financeiro no valor de R$ 600 por mês. São seis meses de curso, em que o processo de alfabetização ocorrerá com atividades diferenciadas, com a companhia do alfabetizador e de um coordenador pedagógico local do programa. 

Para o diretor do Complexo Ahmenon, Alex Rondon, a leitura e o conhecimento são fundamentais na vida de uma pessoa privada de liberdade e o programa só tem a contribuir na unidade. 

“Na unidade, é oportunizado o aprendizado que esse recuperando pode nunca ter tido durante a vida. Com o programa de ensino, o reeducando não fica ocioso, ele vai conhecer o mundo da leitura e isso vai auxiliar no convívio quando ele retornar para a sociedade, pois a leitura e o aprendizado são extremamente essenciais na vida de uma pessoa”, destacou o diretor.  

Além do Ahmenon Lemos Dantas, as unidades que já aderiram ao projeto nesta primeira etapa são: Centro de Ressocialização de Várzea Grande, Penitenciária Central do Estado (PCE), Cadeia Feminina de Rondonópolis, Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), as Cadeias Públicas de Sorriso, Araputanga, Campo Novo do Parecis e Agrícola Palmeiras, além do Centro de Detenção Provisória de Pontes e Lacerda.

Mais MT Muxirum

O projeto “Mais MT Muxirum” é desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) tem o objetivo de reduzir o índice de analfabetismo, entre pessoas com 15 anos ou mais no estado de Mato Grosso e ocorre em parceria com os municípios.

(Com supervisão de Julia Oviedo) 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias