Quarta, 27 de Outubro de 2021
98984244732


Agricultura Santa Catarina

Secretaria da Agricultura entrega Certificados de Propriedades Livres de Brucelose e Tuberculose

Agricultores da região de Caçador terão mais um diferencial competitivo para a produção de queijos e leite. Nesta sexta-feira, 17, o secretário de ...

17/09/2021 18h50
Por: R10 Maranhão Fonte: Secom Santa Catarina
Foto: Divulgação / SAR
Foto: Divulgação / SAR

Agricultores da região de Caçador terão mais um diferencial competitivo para a produção de queijos e leite. Nesta sexta-feira, 17, o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e o presidente da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), Plínio de Castro, entregaram certificados para propriedades livres de brucelose e tuberculose - requisito fundamental para produção de queijos em Santa Catarina. O estado conta com mais de 1,2 mil propriedades rurais certificadas como livres das doenças e possui a menor prevalência de brucelose animal do país.

"Essa é uma grande conquista para os produtores rurais e também para a produção agropecuária catarinense. Nós queremos avançar na sanidade da bovinocultura leiteira para que possamos ampliar a produtividade e a qualidade da nossa produção. Nossa intenção é conquistarmos mais mercados, inclusive, o mercado internacional. A certificação de propriedades rurais é um trabalho magnífico desenvolvido pela Cidasc e pelos agricultores de Santa Catarina", afirma o secretário da Agricultura Altair Silva.

Com a certificação em mãos, os agricultores poderão agregar valor na produção de leite e queijos. É importante lembrar que brucelose e tuberculose são zoonoses e podem ser transmitidas para os seres humanos. Por isso as ações para erradicação das doenças têm um grande impacto na vida de quem produz e de quem consome.

A produtora rural e médica veterinária Elaine Pittol Lisot, de Rio das Antas, foi uma das beneficiadas com o certificado e comemora a conquista. "Nossa propriedade é voltada para a produção de bezerras holandesas e nós fazemos a venda desses animais. A certificação, além de agregar valor à produção, possibilita que eu entregue animais com a sanidade garantida".

O reconhecimento de propriedade livre de brucelose e tuberculose é emitido pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) após testes em todos os animais, com intervalos de 6 a 12 meses, e sem nenhum caso positivo. As propriedades seguem normas diferenciadas também no trânsito de animais. O certificado é renovado anualmente.

Destaque Nacional

Destaque internacional no cuidado com a saúde animal, Santa Catarina conquista mais um título: o estado tem a menor prevalência de brucelose animal do Brasil. A classificação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) demonstra a excelência da bovinocultura e a qualidade da produção agropecuária catarinense.

Mais investimentos no agronegócio da região

Secretaria da Agricultura entrega Certificados de Propriedades Livres de Brucelose e Tuberculose
Foto: Divulgação / Pamplona

"Caçador recebe uma unidade de abate de bovinos do grupo Pamplona, um investimento muito importante para o desenvolvimento da região. Foi uma grande parceria da iniciativa privada, Governo do Estado, Secretaria da Agricultura e Cidasc para que nós viabilizássemos a implantação do SISBI. Agora essa unidade poderá comercializar carne bovina para todos os estados do Brasil. É um dia importante para Caçador, resultado do trabalho de equipe para incentivar a iniciativa privada, gerar mais empregos, desenvolvimento econômico e, principalmente, fortalecer a agropecuária na região do Contestado", comemora o secretário de Estado da Agricultura Altair Silva.

Esta é a unidade referência no abate de bovinos da Pamplona em Santa Catarina. A empresa conta com 70 funcionários diretos e abate em média de 60 bovinos/dia. A expectativa é de que até o final deste ano, com o novo certificado, os abates aumentem em 150% e sejam gerados mais empregos no município. "Vamos levar o nome de Caçador para todos os estados do Brasil. É um sentimento de vitória e satisfação porque retomamos a nossa origem, que é o abate de bovinos", segundo o presidente do Conselho Administrativo da Pamplona Alimentos, Valdecir Pamplona.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias