Domingo, 19 de Setembro de 2021
98984244732


Educação Maranhão

UEMASUL e Universidade de Cabo Verde firmam acordo de Cooperação Internacional

A primeira ação executada em conjunto pelas duas instituições será o projeto Conexões Linguísticas e Literárias Brasil-Cabo Verde, que possibilitará a troca de saberes entre alunos e professores do Brasil e de Cabo Verde.

14/09/2021 11h05
Por: R10 Maranhão Fonte: Secom Maranhão
A reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes; e a Pró-Reitora para a Extensão Universitária da Universidade de Cabo Verde, Maria de Lourdes Gonçalves. (Foto: Reprodução)
A reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes; e a Pró-Reitora para a Extensão Universitária da Universidade de Cabo Verde, Maria de Lourdes Gonçalves. (Foto: Reprodução)

A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) e a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) assinaram, na manhã desta segunda-feira (13), um Acordo de Cooperação Internacional que tem como objetivo estabelecer o intercâmbio de conhecimentos e assistência técnica e científica, relacionados ao ensino, pesquisa, extensão, inovação, administração universitária e capacitação de recursos humanos entre as duas instituições. O acordo prevê, ainda, o estímulo e a implementação de programas de cooperação técnico-científica e cultural.

Na cerimônia, realizada de forma remota, estiveram presentes as gestões superiores da UEMASUL e da Uni-CV, além dos diretores de centro da UEMASUL e dos diretores e professores dos cursos de Letras-Português dos campi Açailândia, Estreito e Imperatriz. A cooperação entre a UEMASUL e a Uni-CV será baseada na participação conjunta das duas instituições, com o propósito de acelerar e assegurar a expansão qualitativa e quantitativa no ensino superior.

A reitora na UEMASUL, professora Elizabeth Nunes Fernandes, falou sobre a emoção da assinatura do primeiro Acordo Internacional da instituição. “É de uma emoção e de uma importância muito grande esse momento para nós. É o nosso primeiro acordo internacional e com uma universidade tão especial, que nos acolheu tão bem. Além da afinidade da língua, temos outra afinidade, que é a de estudar a África, entender a importância da nossa história, de tudo que nos liga dentro desse continente. A internacionalização não acontece de uma hora para outra; ela se constrói. E este é o caminho. A UEMASUL é uma universidade regional, mas com visão internacional. Queremos uma universidade que ultrapasse todas as fronteiras, nacionais e internacionais”, destacou.

O acordo prevê o trabalho conjunto entre docentes dos cursos que as duas instituições oferecem, por meio de projetos de ensino, pesquisa e extensão. A primeira ação do acordo será a execução do projeto Conexões Linguísticas e Literárias Brasil-Cabo Verde, que possibilitará a troca de saberes entre alunos e professores do Brasil e de Cabo Verde dos cursos de Letras e áreas afins. O projeto irá desenvolver atividades de aperfeiçoamento profissional voltadas para a formação continuada do professor de língua portuguesa, literaturas brasileira e cabo-verdiana, promovendo o intercâmbio acadêmico virtual e presencial de professores e estudantes, da graduação e da pós-graduação, cabo-verdianos e brasileiros.

Para a professora Maria de Lourdes Gonçalves, pró-reitora para a Extensão Universitária da Uni-CV, que representou a reitora Judite Medina do Nascimento na cerimônia, a assinatura do acordo irá fortalecer ainda mais as duas instituições. “Acreditamos que as parcerias entre as nossas instituições vão nos permitir desenvolver pesquisas comparativas que abrangem espaços das duas regiões. Um outro aspecto que gostaríamos de ressaltar é que a nossa universidade possui uma forte vocação internacional alinhada com a própria natureza da nação. Este acordo de cooperação será um instrumento fortalecedor nas áreas de ensino, de pesquisa e de extensão. Iremos juntos promover um salto quantitativo entre as nossas instituições, em uma parceria que desejamos que seja auspiciosa”.

Atividades

Entre as atividades de cooperação estão o intercâmbio de professores, pesquisadores, estudantes e servidores técnico-administrativos; o desenvolvimento de projetos de pesquisa científica e publicações de forma conjunta; a promoção de eventos, como palestras, simpósios e workshops; e o desenvolvimento de projetos de pesquisa por meio de seus respectivos cursos. O acordo tem duração de cinco anos e as atividades serão iniciadas ainda neste mês de setembro.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias