Início Brasil Policial é morto com tiro na cabeça ao cumprir mandado de prisão...

Policial é morto com tiro na cabeça ao cumprir mandado de prisão no RS

92
0

Um policial civil foi morto na manhã desta sexta-feira, 23, quando cumpria um mandado de prisão no município de Gravataí, na região metropolitana de Porto Alegre. O escrivão Rodrigo Wilsen da Silveira, de 39 anos, era chefe de investigação da 2ª Delegacia de Polícia de Gravataí e participava de uma operação no combate ao tráfico de drogas em um condomínio na Travessa Herbert, na região central do município.

policial9O escrivão Rodrigo Wilsen da Silveira foi morto no RS – Reprodução

Ao ingressar no apartamento indicado, o policial levou um tiro na cabeça de um dos criminosos. O agente foi socorrido às pressas pelos colegas e conduzido ao Hospital Dom João Becker, mas não resistiu aos ferimentos.

Sua mulher, Raquel Biscaglia, que também é policial civil, estava na mesma operação e presenciou a morte do companheiro. O casal tinha dois filhos pequenos.

Após a troca de tiros entre policiais civis e bandidos, uma mulher e quatro homens foram presos. Com a quadrilha, foram apreendidas drogas, armas, munição e dois automóveis.

Ainda pela manhã, o chefe da Polícia Civil no Rio Grande do Sul, Emerson Wendt, publicou uma nota no site oficial da instituição sobre a morte do colega.

“Ele deixa como legado sua bela trajetória marcada pelo profissionalismo e dedicação incondicionais”, escreveu. “Diante desta perda irreparável, a Polícia Civil se solidariza com a dor dos familiares e amigos do escrivão Rodrigo.”